Lentes: Prime vs Zoom

Quais as diferenças?

Olá leitores. O tópico de hoje vai ser uma análise sobre as vantagens e desvantagens de lentes Primes e Zoom. A maior parte dos fotógrafos inicia-se neste mundo com as famosas lentes de kit (regra geral, 18-55). Porém, devido à falta de zoom, qualidade de imagem ou rapidez das mesmas, estas lentes criam uma barreira no mundo fotográfico. Tal como uma grande maioria de fotógrafos, eu também me encontrei numa situação em que pretendia trocar a minha lente kit. Comprar a primeira lente é algo um pouco complicado, temos que ter vários aspectos em conta. O mais importante deles é: Zoom ou Prime.

O que é uma lente Prime?

Uma lente Prime tem apenas uma distância focal. Existem centenas de primes que cobrem a maior parte das distâncias focais mais famosas. Desde de ultra grande angulares (11mm) até ultra telephoto (600mm).

O que é uma lente Zoom?

Uma lente Zoom permite ao fotógrafo utilizar várias distâncias focais numa lente só. As mesmas têm tido um aumento em popularidade nos últimos anos por causa da sua versatilidade e conveniência.

Caso já tenha feito algum tipo de procura na internet sobre este tópico, irá reparar que a maior parte dos fotógrafos são influenciados pelas suas escolhas. Defendem as suas opiniões dizendo que X é melhor que Y só porque acham que a forma como fotografam é a melhor. Neste post, irei dar as minhas opiniões mantendo o favoritismo de parte.

Pontos fortes das lentes Prime:

Qualidade – Embora que as lentes zoom estejam a melhorar consideravelmente na qualidade que oferecem, as primes são conhecidas pela sua qualidade de imagem superior. Este é um dos argumentos mais utilizados na “guerra” de prime vs zoom. No entanto, é necessário relembrar que todos os fabricantes produzem certas lentes que são conhecidas por terem qualidade de imagem soberba ou em certos casos, qualidade de imagem terrível. Embora que por norma a qualidade de lentes prime seja bastante boa, não quer dizer que todas o sejam.

Preço – As lentes prime são geralmente mais simples em termos de construção. O simples facto de elas não terem a habilidade para poder fazer zoom, faz com que haja menos partes móveis (elementos de vidro, etc) o que por fim torna com que o preço baixo. Não esquecer que há vários factores que determinam o preço de uma lente (incluindo qualidade), portanto nem todas as lentes primes são “baratas”. De facto existem primes extremamente caras, porém são dedicadas maioritariamente a profissionais (ex: lentes de desporto).

Peso – Por causa da sua simples construção, as lentes prime são por norma mais pequenas e leves (comparando a lentes zoom com distâncias focais aproximadas).

Rapidez – Em geral as lentes primes são mais rápidas (em termos de abertura (F/ Stop)). Neste aspecto as lentes zoom estão a aproximar-se, tendo lentes com aberturas de F2.8. No entanto nenhuma lente zoom consegue atingir aberturas como F1.4 ou F1.8. Mesmo lentes com abertura de F2.8 ficam extremamente caras comparadas a primes(ex: 70-200 F2.8 ~1400€).

Pontos fortes das lentes Zoom:

Portabilidade – Embora que as lentes prime tenham um factor físico menor, a nível de portabilidade as lentes zoom ganham. Isto porque, como foi dito no início, uma lente zoom cobre várias distâncias focais. Por exemplo, para cobrir a distância focal de uma 70-200, teríamos que ter quatro primes: 85mm, 100mm, 135mm e 200mm.

Preço – Embora que as lentes zoom (com qualidade equiparável) sejam bem mais caras. O custo de uma lente zoom irá ser menor que várias lentes prime.

Flexibilidade – Este é de facto o maior argumento a favor das lentes zoom, a flexibilidade que as mesmas oferecem ao fotógrafo. Elas permitem que seja possível fotografar várias distâncias focais numa questão de segundos. Isto é ideal para vários tipos de fotografia, incluindo casamentos, desporto onde não é possível aproximar-se do objecto de interesse da fotografia. E claro em situações onde o tempo que leva a trocar de lente faça com que perca fotos.

Por fim, qual é melhor, prime ou zoom?

Obviamente há um vasto número de factores a considerar, alguns deles como tipo e estilo de fotografia que faz, orçamento, nível de portabilidade e com que frequência pode trocar de lentes.

Pessoalmente só utilizo primes em ambientes controlados com fins específicos, como por exemplo fotografia de produto. De resto, utilizo zooms. A qualidade de imagem que oferecem é equiparável às primes e a conveniência que oferecem fazem com que sejam as minhas lentes mais utilizadas.

Poderá também gostar de

Deixe um comentário